sábado, 22 de fevereiro de 2014

Juiz manda garota de volta à cadeia após rejeitar foto no Facebook; leia


Criadas para facilitar a comunicação entre pessoas de todo planeta, as redes sociais também podem atrapalhar e causar problemas para os mais desavisados.
Um exemplo disso ocorreu no mês passado, em Maringá, depois de uma jovem maringaense, que havia conquistado o direito de cumprir prisão domiciliar para tratamento de saúde, postar uma série de fotos em sua página do Facebook, algumas tiradas em baladas noturnas. O problema é que as fotos não foram “curtidas” pela Justiça, que cancelou o benefício e mandou a garota de volta à cadeia.A história teve início no dia 17 de julho passado, depois de a jovem Dayane Baião, 23 anos, ser presa em companhia do suposto namorado, Paulo Sérgio Teodoro da Silva Júnior, 23 anos, suspeito de envolvimento em roubos contra casas lotéricas e furtos de caixas eletrônicos na região de Maringá. Além de dar guarida para o suposto namorado em seu apartamento, Dayane teria sido flagrada em posse de um revolver .38 que pertencia a Júnior, bem como joias e objetos tomados de assalto.A operação foi concluída com a prisão de Marcelo Batista Pereira, 24 anos, e com a apreensão de um veículo Space Fox blindado, uma pistola .40, roubada de um escrivão da Polícia Civil de Paranacity, e outras três armas.Uma semana após ser presa, Dayane convenceu a Justiça de que corria risco de infecção no mini presídio, uma vez que se recuperava de uma lipoaspiração e de uma cirurgia de implantação de próteses de silicone. Sensibilizada com a situação, a Justiça acatou o pedido e determinou a jovem aguardasse o julgamento em prisão domiciliar.
No entanto, dias após conseguir o alvará de soltura, Dayane passou a frequentar locais públicos e casas noturnas em horários variados. Como se não bastasse, passou a expor as fotos de seus passeios em sua página do Facebook, algumas em poses sensuais acompanhada de amigos e amigas. Informada da situação, a Justiça voltou atrás na decisão e determinou que Dayane fosse presa e recolhida ao presídio da 9ª Subdivisão Policial (SDP).



Fonte: O Diário de Maringá e Blog Um Relacionamento Sério Com o Direito

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário